Principalmente entre 1849 e 1857, os americanos viram a praia do Forte e não puderam dela se deliciar logo na chegada. Era a corrida do ouro americano e o caminho para ir da costa leste até a oeste dos Estados Unidos, exigia parada na Nossa Senhora do Desterro, primeiro nome dado a Florianópolis.

No período que ficavam de quarentena, 5 ou mais dias dentro das embarcações, os americanos esperavam para pisar em solo firme. No instigante livro “A Caminho do Ouro. Norte-americanos na Ilha de Santa Catarina”, de Marli Cristina Scomazzon e Jeff Franco, temos os relatos históricos das belezas registradas em diários, proclamando a chegada ao paraíso.

As paradas obrigatórias dos prováveis primeiros turistas estrangeiros de Floripa eram entre a Fortaleza de Santa Cruz na Ilha de Anhatomirim e a Fortaleza de São José da Ponta Grossa, que fica na cinematográfica encosta superior da nossa praia em questão.

Praia do Forte em primeiro plano e Jurerê Internacional ao fundo. Foto de 2009

A Praia do Forte é a nossa primeira sugestão para os visitantes da Ilha de Santa Catarina, localizada ao lado de Jurerê Internacional. Reserve um dia para fazer uma caminhada pela pequena praia, suba e veja a linda vista da Fortaleza de São José da Ponta Grossa e aproveite a gastronomia típica dos restaurantes que ficam de frente para o mar. Em dias de muito movimento turístico há necessidade de deixar o carro em um estacionamento no alto do morro, o que exige cuidado. Na praia o número de vagas é limitado. 

Banho de mar incrível, peixe e camarão com o sabor de quem pode contemplar da terra firme as belezas que os americanos ousaram navegar em busca da riqueza.